Moçambique: OIM apela à ajuda humanitária em Cabo Delgado

O diretor-geral da Organização Internacional para as Migrações (OIM), António Vitorino, pediu nesta terça-feira, 17 de agosto, uma “rápida expansão” da ajuda humanitária na província moçambicana de Cabo Delgado. Segundo a mesma fonte, é necessário um “financiamento adicional significativo”.

“Apelo para a rápida expansão da assistência humanitária para apoiar as centenas de milhares de indivíduos deslocados pela contínua insegurança em Cabo Delgado”, declarou num comunicado da organização.

O representante da OIM está a cumprir uma visita de três dias a Moçambique. No mesmo documento pode ler-se que “a OIM aumentou significativamente as operações para chegar a dezenas de milhares de famílias todos os meses. É necessário um financiamento adicional significativo para cobrir necessidades humanitárias que salvam vidas e trabalhar para soluções duradouras, em especial antes da próxima época de chuvas e ciclones, em Dezembro”.

A OIM afirma que prestou assistência a mais de 600 mil pessoas em Cabo Delgado entre janeiro e julho deste ano, ao dinamizar a construção de abrigos ou dar apoios à reconstrução. No entanto, referiu que as suas operações estão subfinanciadas.

“É necessário um apoio essencial para a programação da OIM para a construção da paz. A necessidade é mais urgente que nunca, considerando o contexto em rápida mudança nos distritos do norte de Cabo Delgado”, salientou. Neste âmbito, a organização pede 58 milhões de dólares (49 milhões de euros) para poder continuar a auxiliar Moçambique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin