Moçambique: Oposição recomenda reprovação do Orçamento do Estado para 2019

A Assembleia da República de Moçambique encontra-se reunida desde esta terça-feira, 04 de dezembro, para analisar o Orçamento do Estado (OE) para 2019. O documento deverá ser aprovado entre esta quarta-feira, 05, e quinta-feira, 06. No entanto, o “CanalMOZ” avançou que a oposição vai votar contra por considerar que a proposta é irrealista.

Já a Frelimo irá aprovar o OE2019, uma vez que propôs a aprovação do mesmo durante uma conferência de imprensa convocada na segunda-feira, dia 03, tendo dito que o documento reflete as prioridades e os pilares do Programa Quinquenal do Governo 2015-2019, o que leva o partido no poder a querer aprovar a proposta.

O porta-voz da bancada da Frelimo, Galiza Matos Júnior, declarou que a proposta tem como objetivo continuar com a consolidação fiscal assente em quatro vertentes, sendo elas a melhoria das fontes de arrecadação de receitas, a racionalização da despesa pública, a reforma do setor empresarial do Estado e a autonomia faseada do Fundo de Pensões dos Funcionários e Agentes do Estado.

No OE2019, o executivo projeta para o próximo ano um crescimento económico de 4,7%, a ser suportado pelo desempenho dos setores dos recursos minerais e energia, pescas, agricultura, saúde, ação social, educação e administração pública. Está ainda prevista a redução dos níveis de inflação de 11,9%, em 2018, para 6,5%, em 2019, justificada pelas medidas tomadas nas áreas política, fiscal e monetária, bem como pela retoma do investimento estrangeiro.

Em relação à afetação dos recursos para 2019, o documento propõe que haja atenção no cumprimento das ações estratégicas prioritárias definidas para o Programa Quinquenal do Governo, nomeadamente a expansão da rede de infraestruturas para a dinamização da atividade económica, através dos setores da agricultura, indústria, energia e turismo, bem como o aumento da provisão e acesso à habitação e aos serviços de transportes e comunicações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Cabo Verde: TACV retoma voos a 27 de dezembro

Cabo Verde: TACV retoma voos a 27 de dezembro

A companhia aérea TACV – Cabo Verde Airlines vai retomar os seus voos nesta segunda–feira, 27 de dezembro. As primeiras…
Angola vai receber mais USD 748 milhões do FMI

Angola vai receber mais USD 748 milhões do FMI

O Conselho Executivo do Fundo Monetário Internacional (FMI) concluiu a sexta revisão ao programa de ajustamento financeiro de Angola, segundo…
Moçambique e FMI analisam programa de ajuda em janeiro

Moçambique e FMI analisam programa de ajuda em janeiro

O Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Governo moçambicano vão começar as negociações sobre um Programa de Financiamento Ampliado no…
Timor-Leste recebe USD 4 milhões do Japão para eleições

Timor-Leste recebe USD 4 milhões do Japão para eleições

O Governo japonês disponibilizou quatro milhões de dólares americanos (3.545.244 euros) ao Secretariado Técnico da Administração Eleitoral (STAE) para a…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin