Moçambique: PARENA quer que Governo reforce capacidade das FDS

O líder do Partido para Reconciliação Nacional (PARENA), André Balate, defende que o Governo moçambicano tem de reforçar a capacidade interna das Forças de Defesa e Segurança (FDS). Duas formas de fazê-lo, partilha, é investir no treinamento de mais recursos humanos e obter equipamento militar para usar prontamente em qualquer tipo de ameaça.

As observações foram feitas em entrevista ao “Notícias Online”, altura em que Balate mencionou igualmente a pertinência de se apostar na especialização das FDS, de maneira a diminuir o nível de intervenção externa em caso de alguma ameaça. 

Recorde-se que as tropas moçambicanas têm sido auxiliadas por tropas ruandesas e da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC, na sigla inglesa) no combate ao terrorismo na província de Cabo Delgado

O dirigente esclareceu que a sua ideia não é deixar de solicitar apoio militar externo, mas sim munir as FDS para que sejam capazes de dar respostas adequadas a qualquer solicitação. A ocasião foi aproveitada para parabenizar as FDS, as tropas ruandesas e da SADC pelos resultados positivos na luta contra os insurgentes em Moçambique. 

Tal como outros países que passam vários anos a investir na capacitação do Exército, prosseguiu, o Executivo necessita de seguir o mesmo exemplo, de maneira a evitar surpresas do inimigo, como aconteceu em Cabo Delgado com as incursões terroristas. Estas já duram desde outubro de 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Cabo Verde: Correia e Silva quer Economia Digital a valer 25% do PIB

Cabo Verde: Correia e Silva quer Economia Digital a valer 25% do PIB

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, tem como meta fazer com que a Economia Digital contribua com 25% do Produto Interno Bruto (PIB). Este objetivo…
Grécia quer cooperar com Angola na Segurança Marítima

Grécia quer cooperar com Angola na Segurança Marítima

A Grécia manifestou a Angola o seu desejo de estabelecer cooperação nos domínios da Segurança Marítima, Comércio, Turismo, Indústria, Agricultura e Inovação. Essa…
Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

A presidente do Instituto Nacional de Gestão e Redução do Risco de Desastres (INGD) Luísa Meque, apelou às comunidades que residem nas…
Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Os trabalhadores timorenses na Coreia do Sul já enviaram para Timor-Leste, de 2009 a 2021, cerca de 39 milhões de dólares…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin