Moçambique: PARENA quer que Governo reforce capacidade das FDS

O líder do Partido para Reconciliação Nacional (PARENA), André Balate, defende que o Governo moçambicano tem de reforçar a capacidade interna das Forças de Defesa e Segurança (FDS). Duas formas de fazê-lo, partilha, é investir no treinamento de mais recursos humanos e obter equipamento militar para usar prontamente em qualquer tipo de ameaça.

As observações foram feitas em entrevista ao “Notícias Online”, altura em que Balate mencionou igualmente a pertinência de se apostar na especialização das FDS, de maneira a diminuir o nível de intervenção externa em caso de alguma ameaça. 

Recorde-se que as tropas moçambicanas têm sido auxiliadas por tropas ruandesas e da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC, na sigla inglesa) no combate ao terrorismo na província de Cabo Delgado

O dirigente esclareceu que a sua ideia não é deixar de solicitar apoio militar externo, mas sim munir as FDS para que sejam capazes de dar respostas adequadas a qualquer solicitação. A ocasião foi aproveitada para parabenizar as FDS, as tropas ruandesas e da SADC pelos resultados positivos na luta contra os insurgentes em Moçambique. 

Tal como outros países que passam vários anos a investir na capacitação do Exército, prosseguiu, o Executivo necessita de seguir o mesmo exemplo, de maneira a evitar surpresas do inimigo, como aconteceu em Cabo Delgado com as incursões terroristas. Estas já duram desde outubro de 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin