Moçambique: Pensionistas da Segurança Social já podem adquirir óculos no Hospital Militar de Maputo

O Delegado do Instituto Nacional de Segurança Social(INSS) a nível da cidade de Maputo, Rui Guimarães e Alexandre Raul da Fonseca, proprietário da empresa privada de assistência Óptica sediada no Hospital Militar de Maputo assinaram, no passado dia 18 de Agosto, um memorando de entendimento, que viabilizará facilidades no fornecimento de óculos de vista para os pensionistas, mediante os resultados das consultas efectuadas no Hospital Militar de Maputo.

Os pensionistas do sistema passam a beneficiar desta facilidade à luz dos acordos de parceria que o INSS com esta unidade hospitalar do Ministério da Defesa Nacional que também foi celebrado na mesma semana.

Tanto o entendimento alcançado com o Hospital Militar de Maputo, bem como o acordo com a Óptica terão a duração de um ano, renovável, e surgem no quadro da responsabilidade social da instituição, através do seu programa sanitário e social, que não só tem assistido os utentes do sistema, como também outras pessoas, em coordenação com instituições que actuam na área social e de saúde.

Os memorandos assinados são abrangentes aos funcionários do INSS, incluindo os seus familiares, a nível da Delegação da cidade de Maputo. Para o caso da empresa da assistência Óptica, sediada naquela unidade hospitalar do ministério da Defesa de Moçambique, o acordo prevê descontos, após os exames de oftalmologia, o fornecimento de lentes, óculos e armação, aos pensionistas do Sistema de Segurança Social e aos funcionários, bem como aos seus familiares ou dependentes.

Ainda no evento o Delegado fez saber que a delegação do INSS da cidade de Maputo conta, actualmente, com um total de 144 funcionários e 33.024 mil pensionistas activos.

Aurelio Sambo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin