Moçambique: Pensionistas do INSS recebem materiais de construção

Durante esta semana, 23 pensionistas do Sistema da Segurança Social, residentes na localidade de Maciana, distrito da Manhiça, na Província de Maputo, beneficiaram de um apoio, em meios de locomoção e em material de construção, no âmbito das comemorações dos 32 anos da criação do sistema, assinalados no passado dia 18 de setembro.

Trata-se de um lote de material oferecido pela Delegação Provincial do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), constituído por 165 sacos de cimento, 77 chapas de zinco e 55 barrotes, cujo apoio esteve enquadrado no programa da acção sanitária e social desta instituição.

O acto de entrega foi orientado pela administradora do distrito da Manhiça, Cristina de Jesus Xavier Mafumo, que, durante a sua intervenção, agradeceu a presença dos pensionistas, sobretudo por, não obstante as dificuldades de locomoção, terem marcado presença na cerimónia. A administradora da Manhiça enalteceu o gesto do INSS, apelando, igualmente a esta instituição para que aquele tipo de apoio seja extendido a mais pensionistas necessitados.

Por sua vez, o delegado provincial do INSS em Maputo, Paulo Sérgio Brito, garantiu aos presentes que, no âmbito das actividades previstas no programa de acção sanitária e social, o INSS sempre fará parte da vida dos pensionistas, ajudando-os a minimizar as dificuldades que alguns deles enfrentam, em reconhecimento ao seu trabalho enquanto estiveram no activo e, por conseguinte, pela importância e significado social das suas contribuições que canalizaram ao Sistema de Segurança Social.

Ainda no contexto das comemorações do 32º aniversário da criação do Sistema de Segurança Social em Moçambique, a Delegação provincial do INSS em Maputo contemplou nove pensionistas com bengalas e outros dois beneficiaram de cadeiras de rodas.

Aurelio Sambo – Correspondente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin