Moçambique: Perdão de 200 milhões da dívida do Credit Suisse considerada insuficiente

A consultora Oxford Economics Africa observou que é positivo o perdão de 200 milhões de dólares (cerca de 172 milhões de euros) da dívida de Moçambique pelo Credit Suisse, no âmbito das “dívidas ocultas”. No entanto, considera-o insuficiente para colocar a dívida numa trajetória sustentável, de acordo com o jornal “Folha de Maputo”. 

Os analistas da referida consultora recordaram num texto que “os empréstimos secretos foram aprovados com base na assunção de que o Estado iria ganhar milhares de milhões de dólares na produção de gás natural liquefeito”. Mas esses projetos têm sido frequentemente adiados devido aos ataques armados ocorridos em Cabo Delgado, província que tem a maior concentração destes recursos naturais no país. 

“Considerando que o extremismo violento na região é alimentado pela pobreza e pela frustração com a corrupção no governo da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo), é crucial que o sistema judicial, em Moçambique e no estrangeiro, traga todos as partes culpadas perante a Justiça”, pode ler-se no documento divulgado. 

O banco Credit Suisse organizou, em conjunto com o banco russo VTB, mais de dois mil milhões de dólares (1.727.510.000 euros) em empréstimos às empresas públicas ProIndicus e Mozambique Asset Management (MAM). Essa quantia foi escondida das autoridades nacionais e das instituições internacionais. 

Recentemente, o Credit Suisse decidiu perdoar 200 milhões de dólares num acordo com diversas entidades judiciais dos Estados Unidos da América, Reino Unido e Suíça, às quais vai pagar 475 milhões de dólares (410 milhões de euros). 

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Angola: Tribunal Constitucional extingue APN e líder recorre

Angola: Tribunal Constitucional extingue APN e líder recorre

O Tribunal Constitucional de Angola extinguiu o partido político Aliança Patriótica Nacional (APN), através de uma carta de solicitação da…
Moçambique: MDM garante que "jamais fará oposição à oposição"

Moçambique: MDM garante que "jamais fará oposição à oposição"

O MDM declarou em conferência de imprensa que está aberto à ideia de fazer uma coligação com os restantes partidos…
Moçambique: Professor e agente da FADM detidos por envolvimento no tráfico de drogas

Moçambique: Professor e agente da FADM detidos por envolvimento no tráfico de drogas

A Polícia da República de Moçambique (PRM) deteve na última semana duas pessoas, Distrito de Namacurra, na província da Zambézia,…
Brasil: atentado a escolas deixa quatro mortos e 13 feridos

Brasil: atentado a escolas deixa quatro mortos e 13 feridos

O estado do Espírito Santo, no Brasil, viu duas das suas escolas serem alvo de atentados, no último dia 25…