Moçambique perde milhões de dólares com pesca furtiva

Moçambique tem sido lesado em 60 milhões de dólares (quatro mil milhões de meticais) por ano devido à pesca furtiva, que ocorre muito no país, principalmente na Zona Económica Especial.

A informação foi anunciada por responsáveis moçambicanos numa reunião em Maputo, segundo a “Carta de Moçambique”. O Coordenador do Instituto Nacional da Marinha, Leonid Chimarizane, afirmou que a situação leva à perda das taxas portuárias, da receita das licenças e do emprego para a população moçambicana.

Chimarizane fez as declarações à margem do encerramento do Oitavo Conselho Coordenador do Ministério do Mar, Águas Interiores e Pescas, em Maputo. 

Na abertura do evento, a ministra do Pelouro, Lídia Cardoso, admitiu que a pesca ilegal era um problema, não só para Moçambique, mas também para a região Austral. Como tal, defendeu a construção urgente de um Centro Regional de Controlo, Monitorização e Fiscalização da Pesca.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Angola: UNITA promete mudanças na Lunda Norte

Angola: UNITA promete mudanças na Lunda Norte

O novo secretário provincial da UNITA na Lunda Norte, Francisco Cacoma, prometeu na terça-feira, 03 de janeiro, que vai adotar…
Moçambique: Presidente de Quelimane promete pagar 13º mês de 2022

Moçambique: Presidente de Quelimane promete pagar 13º mês de 2022

O Presidente do Município da Cidade de Quelimane, na Província da Zambézia, Manuel de Araújo, prometeu, na tarde de 4…
Timor-Leste: PIB não-petrolífero subiu 3,9% em 2022

Timor-Leste: PIB não-petrolífero subiu 3,9% em 2022

O Produto Interno Bruto (PIB) não-petrolífero de Timor-Leste cresceu 3,9% em 2022, de acordo com os dados provisórios do Ministério das Finanças. …
Brasil: Polícia vai investigar Bolsonaro por crimes durante a pandemia 

Brasil: Polícia vai investigar Bolsonaro por crimes durante a pandemia 

O novo diretor-geral da Polícia Federal, Andrei Passos, disse que a corporação irá investigar eventuais crimes praticados durante o governo do…