Moçambique: Polícia impede manifestação de cidadãos na AR

Um grupo de cidadãos decidiu juntar-se nos arredores da Assembleia da República (AR) para protestar contra o novo Estatuto dos Funcionários e Agentes Parlamentares. No entanto, a Polícia da República de Moçambique (PRM) acabou por intervir e impedir a manifestação. 

Os indivíduos, que identificaram-se como sendo estudantes da Universidade Eduardo Mondlane (UEM), quiseram mostrar o seu descontentamento contra o novo estatuto aprovado pelas três bancadas da AR, nomeadamente a Frelimo, Renamo e MDM. 

Um suposto comunicado sem elementos identitários foi colocado a circular, identificado como sendo estudantes da UEM. 

Entretanto, o documento acabou por ser refutado pela Associação do Estudantes Universitários (AEU-UEM), o que indica que alguém tentou usar este organismo para a manifestação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin