Moçambique: Presidente da República alivia medidas contra a covid-19 mas não baixa a guarda

O Presidente da República, Filipe Nyusi, decidiu esta quarta-feira manter o decreto 34/2021 de 20 de Dezembro, sobre as medidas de prevenção da COVID-19, mas com algumas excepções, sendo a de destaque a reabertura de todas as praias do país, das 05 horas às 16 horas, mas com proibição da venda de bebidas alcoólicas e aglomerados nesses locais.

O novo decreto, que vai vigorar por um período de 30 dias, também prevê a redução do período de quarentena de 14 para sete dias, a retoma do horário normal de funcionamento dos estabelecimentos comerciais, extensão do número de visitas aos doentes internados nos hospitais de uma para duas pessoas por cada paciente e permissão de visita aos reclusos, duas vezes ao mês.

O Chefe do Estado anunciou ainda que já está a ser administrada a dose de reforço da vacina contra COVID-19 para as pessoas com 60 anos de idade ou mais. Na mesma senda informou que será administrada a dose de reforço para as mulheres grávidas, nos próximos dias. Em breve, vai iniciar a vacinação de crianças maiores de 15 anos de idade. Filipe Nyusi revelou que Moçambique tem vacinaS para imunizar toda a população moçambicana e que a toma da vacina é gratuita.

A terminar, o Presidente da República apelou às escolas para criarem condições sanitárias, de modo a que não se tornem focos de transmissão da COVID-19.

Aurelio Sambo – Correspondente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin