Moçambique: PRM agride e dispara contra manifestantes

A Polícia da República de Moçambique (PRM), através das suas Unidades de Intervenção Rápida (UIR) e Canina, voltou a instalar o autoritarismo no país. Desta vez, decidiu reprimir marchas de homenagem ao rapper AZAGAIA, falecido a 09 de março. 

Foi no sábado, dia 18, que as autoridades recorreram a gás lacrimogénio, cacetadas, balas de borracha e verdadeiras para dispersarem milhares de moçambicanos que, nas cidades de Maputo, Beira e Xai-Xai, saíram à rua para homenagear o “herói do povo”, como era conhecido o artista Edson da Luz, através das suas letras de intervenção social. 

As mesmas Unidades da PRM já tinham inviabilizado na passada terça-feira o cortejo fúnebre do autor da música “Povo no Poder”. 

Apesar de na Constituição do país considerado um Estado de Direito Democrático encontrar-se o direito à manifestação, mais de uma dezena de manifestantes foram detidos e 19 deram entrada no Hospital Central de Maputo, vítimas de agressões físicas realizadas pela PRM.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Revista de Imprensa Lusófona de 27 de maio de 2024

Revista de Imprensa Lusófona de 27 de maio de 2024

No Brasil o portal de notícias “globo.com” refere que “Tragédia no RS é usada para golpes de anúncios falsos e…
Discurso do Líder do Hezbollah no rescaldo da morte do Presidente do Irão

Discurso do Líder do Hezbollah no rescaldo da morte do Presidente do Irão

Sayyed Hassan Nasrallah, o Secretário-Geral do Hezbollah, deu um discurso aos seus apoiantes, na passada sexta-feira, com críticas e ameaças…
Recorde mínimo de gelo marinho na Antártida seria “extremamente improvável” sem alterações climáticas

Recorde mínimo de gelo marinho na Antártida seria “extremamente improvável” sem alterações climáticas

Um grupo de cientistas do British Antarctic Survey descobriu que os níveis recorde de gelo marinho, na Antártida, em 2023,…
STP: País recebe apoio financeiro da ONU apoia para reformar Justiça e Segurança

STP: País recebe apoio financeiro da ONU apoia para reformar Justiça e Segurança

A Comissão de Consolidação da Paz, da ONU, realizou, nos dias 13 a 15 de maio, uma visita a São…