Moçambique: PRM diz que refugiados podem voltar a Quissanga

O Comandante Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM), Bernardino Rafael, informou nesta quinta-feira, 16 de setembro, que a população deslocada já pode regressar ao distrito de Quissanga.

Isto acontece depois de os habitantes locais terem fugido, devido ao ataque terrorista ocorrido em março de 2020 na sede do distrito de Quissanga. Essa invasão causou diversos danos humanos e materiais, tendo os atacantes içado a sua bandeira, a mesma ostentada pelo Estado Islâmico.

Os invasores gravaram e divulgaram um vídeo na altura, onde reclamaram que a sua luta era motivada por questões religiosas. Desde esse momento que se seguiram vários outros ataques terroristas, com destaque nas zonas de Cagembe.

Agora, quase dezoito meses após o sucedido, o distrito de Quissanga conseguiu ser recuperado com o apoio de forças estrangeiras. As autoridades moçambicanas garantem que a zona está livre dos terroristas e que as pessoas já podem regressar.

No distrito de Quissanga todas as infraestruturas públicas e privadas encontram-se totalmente destruídas. As vias de acesso estão fechadas devido ao capim que ocupou as estradas, mas a Agência de Desenvolvimento Integrado do Norte, através do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, está a reabilitar um troço de 27 quilómetros, que liga a aldeia 19 de Outubro a Bilibiza.

Nas aldeias 19 de Outubro, Tandanhangue e Nivico a população já está a recomeçar a sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin