Moçambique: Projecto Espaço Livre Juventude forma mais de 300 deslocados em Pemba

Implementado com objetivo de reduzir o desemprego nos jovens e impedir que sejam aliciados aos grupos de terroristas que actuam no norte de Moçambique, o projecto Espaço Livre Juventude, sediado na cidade de Pemba, capital de Cabo Delgado, formou em 2021, 337 jovens deslocados em matéria de auto-emprego.

O Presidente do Espaço Livre Juventude, Luís Zingai, disse à imprensa na cidade de Pemba, que os 337 jovens deslocados (de ambos os sexos), foram capacitados em serralharia, canalização, pedreiro, higiene e segurança no trabalho, horticultura e electricidade.

“A nossa grande marca foi conseguir formar mulheres em trabalhos ditos como sendo de homens, na área de serralharia por exemplo, é um trabalho que as pessoas não acreditam muito ser feito por mulheres” explicou Zingai, garantido que algumas empresas na cidade de Pemba, “vão garantir mercado de trabalho para alguns”. 

A fonte anotou que alguns dos formados já foram aceites como estagiários nas empresas Electricidade de Moçambique-EDM e Fundos de Investimento e Património de Água-FIPAG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin