Moçambique recebe apoio da Rússia contra terrorismo

A Rússia reiterou nesta terça-feira, 16 de novembro, a sua disponibilidade em apoiar Moçambique na luta contra o terrorismo em Cabo Delgado. A afirmação foi feita pelo Representante Especial do Presidente Russo para o Médio Oriente e África, de acordo com o portal do Governo moçambicano. 

Mikal Bog-Danov foi recebido pelo primeiro-ministro de Moçambique, Carlos Agostinho do Rosário. No encontro realçou que a Rússia tem experiência de combate ao terrorismo, o que poderá ser útil para os moçambicanos.  

“Temos uma prática de cooperação com diferentes países na esfera da segurança e pode ser em diferentes níveis, nomeadamente troca de informações que podem prevenir possíveis ataques, capacitação militar dos quadros do ministério da defesa e ministério do interior”, declarou. 

No entanto, o representante russo lembrou a importância de a cooperação entre os países africanos contra o terrorismo estar alinhada ao direito internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin