Moçambique recebe mais militares da SADC

A Missão militar da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral para Moçambique (SAMIM) anunciou que vai destacar mais homens para a província de Cabo Delgado. O objetivo é assegurar que as áreas recuperadas não voltem a cair nas mãos dos terroristas expulsos. 

A informação foi avançada pelo chefe da missão, Mpho Molomo. Apesar de não ter avançado números, mencionou que iriam ser reforçadas forças de infantaria. 

Recorde-se que a SAMIM integra contingentes da África do Sul, Angola, Botsuana, Lesotho e Tanzânia, nas especialidades das forças aéreas, de inteligência, navais e terrestres, que atuam em coordenação com as Forças de Defesa e Segurança. 

Molomo referiu ainda que as operações militares em Cabo Delgado têm “custos onerosos”, principalmente numa altura em que o mandato foi estendido por mais três meses. No entanto, não divulgou a quantia usada para a operação militar.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola: Vice-Presidente recebe líder da OEACP–UE

Angola: Vice-Presidente recebe líder da OEACP–UE

A Vice-Presidente da República de Angola, Esperança da Costa, recebeu em audiência a líder da Assembleia Parlamentar da Organização dos…
Guiné-Bissau: Nuno Nabiam demite-se e qualifica Sissoco de “senhor absoluto”

Guiné-Bissau: Nuno Nabiam demite-se e qualifica Sissoco de “senhor absoluto”

O antigo Primeiro-ministro e conselheiro especial do Presidente da República, Nuno Gomes Nabiam demitiu-se das funções alegando a “falta de…
Guiné-Bissau: Venda ilícita de passaportes movimentou em dois anos 1.8 biliões de Fcfa

Guiné-Bissau: Venda ilícita de passaportes movimentou em dois anos 1.8 biliões de Fcfa

O Ministério do Interior da Guiné-Bissau informou esta segunda-feira, 19 de Setembro, ter detido 41 indivíduos de nacionalidade camaronesa, assim…
Angola: UE vai financiar novos projetos avaliados em 90 milhões de euros

Angola: UE vai financiar novos projetos avaliados em 90 milhões de euros

A União Europeia (UE) vai financiar, com 90 milhões de euros, quatro novos projetos, em Angola. O montante vai ser…