Moçambique recebe USD 1,5 milhões do Japão para Cabo Delgado

Habitantes de Cabo Delgado

A Embaixada do Japão em Moçambique anunciou esta semana que vai disponibilizar 1,5 milhões de dólares ao Programa Mundial de Alimentação (PMA), com o objetivo de diminuir a insegurança alimentar das pessoas afetadas pelos ataques armados na província moçambicana de Cabo Delgado.

A quantia irá permitir uma assistência alimentar a 50 mil deslocados em Cabo Delgado. Será fornecido peixe enlatado e arroz durante os próximos meses, de acordo com um comunicado do PMA mencionado pelo jornal “O País”. 

A Embaixada do Japão realçou no documento que Moçambique tem sido um parceiro crucial do seu país.

Por sua vez, o PMA destacou a importância do apoio japonês para assegurar a assistência alimentar em Cabo Delgado. Este é dado numa altura em que 3,3 milhões de pessoas enfrentam insegurança alimentar aguda em Moçambique, segundo a última Classificação Integrada de Fases de Segurança Alimentar (IPC).

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Excesso de mortalidade por calor vai aumentar nos próximos

Excesso de mortalidade por calor vai aumentar nos próximos

O jornal “Público” avançou que uma equipa de cientistas internacionais calculou o impacto na mortalidade resultante dos efeitos das alterações…
Moçambique: Recondução de Momade é garantia de vitória da Frelimo

Moçambique: Recondução de Momade é garantia de vitória da Frelimo

O comentador residente da Rádio Moçambique, Hilário Chacate, defendeu, após o Congresso da Renamo, que a reeleição de Ossufo Momade…
Angola: Operadoras de transportes públicos devem milhões ao Estado

Angola: Operadoras de transportes públicos devem milhões ao Estado

As operadoras de transportes públicos devem mais de 40 milhões de kwanzas ao Estado na província angolana do Cuanza Sul. …
Cabo Verde: UCID critica empréstimo bancário em época pré-eleitoral

Cabo Verde: UCID critica empréstimo bancário em época pré-eleitoral

O eleito municipal da UCID em Santo Antão, José Graça, disse que se trata de uma “manobra para manipular a…