Moçambique regista cerca de 1.9 milhão de pessoas em insegurança alimentar

O Secretariado Técnico de Segurança Alimentar e Nutricional (SETSAN) informou que cerca de 1.9 milhão de pessoas poderão estar em níveis elevados de insegurança alimentar aguda em Moçambique até março de 2022.

A conclusão surge após o mais recente IPC da Insegurança Alimentar Aguda referente ao período de novembro de 2021 a setembro de 2022, segundo a “Carta de Moçambique”. O documento indica que o número poderá baixar para 1.4 milhão de pessoas, de março até setembro de 2022, à exceção da província de Cabo Delgado, onde mais de 800 mil pessoas estão deslocadas devido aos ataques terroristas.

É igualmente mencionado que 39 mil pessoas encontram-se em situação de emergência alimentar. Já cerca de 6.6 milhões de moçambicanos têm a alimentação assegurada.

O SETSAN acrescenta que, dos cerca de 1.9 milhão de moçambicanos em situação de atual “crise”, perto de 481 mil estão nas 11 capitais provinciais (8% da população urbana analisada), devido à irregularidade das chuvas (nas cidades de Nampula, Tete, Inhambane e Xai-Xai), ocorrência de ciclones e ventos fortes (Chimoio e Beira), aumento de preços dos produtos alimentares (Pemba, Matola e Maputo), ações de terrorismo (Pemba) e o impacto das medidas de restrição da Covid-19 (em todo o país).

“A maior proporção de famílias em Crise (Fase 3 do IPC) dentro das áreas urbanas analisadas foi em Pemba, a 55%, o equivalente a aproximadamente 165.000 pessoas”, indica o estudo. Nas restantes cidades a taxa varia de 1% a 15%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin