Moçambique: Renamo e MDM fiscalizam recenseamento eleitoral

A Renamo e o MDM uniram-se na assinatura de um acordo para fiscalizar o recenseamento eleitoral que decorre no país. De acordo com os partidos da oposição em Moçambique, a medida visa a partilha de dados recolhidos no decurso do processo. 

O motivo da decisão deve-se a algumas denúncias sobre irregularidades no processo de recenseamento eleitoral. Segundo a Renamo, a fiscalização vai permitir a partilha dos registos obtidos na abertura e no fecho diário de cada posto ao longo de todo o processo. 

O diretor do Gabinete Central de Eleições na Renamo, José Mazuane, disse em entrevista ao jornal “O País” que as duas formações políticas poderão fazer a partilha de registos de ocorrências relevantes para avaliação da fiabilidade e transparência do recenseamento eleitoral. 

Por sua vez, o porta-voz do MDM, Ismael Nhacucue, referiu que a medida de planificação conjunta na alocação de fiscais e de supervisores vai compensar casos em que se verifique lacuna na representação de um partido. 

A Renamo e o MDM poderão também partilhar dados na elaboração dos relatórios no fim do recenseamento eleitoral para a determinação dos resultados agregados do número de eleitores de cada região.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Guiné-Bissau: Partidos alertam para a agudização da instabilidade e caos total

Guiné-Bissau: Partidos alertam para a agudização da instabilidade e caos total

A Coligação PAI Terra Ranka e o Fórum para a Salvação da Democracia, que congrega MADEM-G15, PRS e APU-PDGB, reuniram…
Moçambique recebe mais USD 60 milhões do FMI

Moçambique recebe mais USD 60 milhões do FMI

Moçambique vai receber 60 milhões de dólares do Fundo Monetário Internacional (FMI), no âmbito do programa de assistência ao país. …
Cabo Verde: CMP trabalha para resolver reivindicações dos trabalhadores

Cabo Verde: CMP trabalha para resolver reivindicações dos trabalhadores

A Câmara Municipal da Praia (CMP) reafirmou o compromisso de resolver as reivindicações dos trabalhadores. No entanto, sublinhou que muitos…
Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Maláui: Brigada Anticorrupção manda prender oito funcionários da Migração por suspeita de corrupção 

Oito funcionários do Departamento da Migração de Lilongue e mais dois civis foram, esta quinta-feira (11), detidos por suspeita de…