Moçambique: Renamo fala de envolvimento das FDS e do SERNIC em raptos

A Renamo afirmou que acredita no envolvimento das Forças de Defesa e Segurança (FDS) e do Serviço Nacional de Investigação Criminal (SERNIC) na onda de raptos registados em Moçambique. A declaração foi feita em conferência de imprensa pelo delegado político do principal partido da oposição na cidade de Maputo. 

“A Polícia só é forte para recolher os bens dos vendedores informais”, disse Arlindo Bila, em reação aos frequentes sequestros que acontecem na capital do país. 

Bila acrescentou que “não se pode aceitar que numa cidade do nosso país, em particular a cidade de Maputo, de forma recorrente os gangsters do Governo continuem a aterrorizar e criar intranquilidade à população, levando-nos a acreditar que, sem sombras de dúvidas, há envolvimento organizado das Forças de Defesa e Segurança e do Serviço Nacional de Investigação Criminal nestes actos macabros”

Já na passada quinta-feira, 07 de outubro, um médico e um comerciante foram raptados. Na ocasião, os membros da Renamo condenaram a forma de atuação das autoridades competentes e exigiram respostas sobre os assassinatos no país. 

O partido considera que tem de se começar a pensar no tipo de Governo que a nação merece. Neste sentido, frisou que o povo deve estar atento aos seus dirigentes, já que se aproximam as eleições autárquicas (2023) e gerais (2024). 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin