Moçambique: Renamo pede alimentação gratuita para os mais carenciados

A Renamo sugeriu ao Governo moçambicano que fossem distribuídos, de forma gratuita, alimentos pelas famílias mais pobres, de forma a aliviar os efeitos das restrições impostas pelo impacto do novo coronavírus (Covid-19).

“A Renamo defende a distribuição de alimentação para que o apelo ‘fique em casa’ não se torne num dilema entre morrer à fome ou morrer de coronavírus”, afirmou nesta quinta-feira, 02 de abril, o deputado da bancada da Renamo, Alberto Ferreira, na Assembleia da República.

O representante do principal partido da oposição lembrou que a maior parte das famílias moçambicanas vive do que ganha em cada dia, começando assim a ver-se privada de rendimentos durante o estado de emergência.

O povo, continuou, vai ter grandes dificuldades em cumprir as medidas de prevenção impostas pelo Governo, uma vez que não tem luz, água canalizada e dinheiro para comprar artigos de higiene.

Alberto Ferreira frisou que o país enfrenta a pandemia da Covid-19 num contexto de décadas de má gestão pública praticada pelo Governo da Frelimo. “À pandemia da Covid-19 soma-se a uma outra ‘pandemia’ de má gestão da coisa pública durante décadas”, criticou.

Por sua vez, o deputado e porta-voz da Frelimo, Caifadine Manasse, pediu a união de todos os moçambicanos na luta contra a doença provocada pelo novo coronavírus, porque se trata de um “inimigo comum”.

“A covid-19 não escolhe cor partidária, é um inimigo comum de toda a humanidade, independentemente da cor política”, defendeu.

Moçambique regista oficialmente dez casos de infeção. Para evitar a propagação, o Presidente da República, Filipe Nyusi, decretou estado de emergência até ao final do mês, proibindo todos os eventos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Cabo Verde: Donativos internacionais desceram mais de 30%

Cabo Verde: Donativos internacionais desceram mais de 30%

O Ministério das Finanças de Cabo Verde registou uma queda de 30% nos donativos internacionais recebidos até julho, comparativamente ao…
Angola: Secretário do MPLA no Rangel vigiado pelo SINSE

Angola: Secretário do MPLA no Rangel vigiado pelo SINSE

O primeiro secretário distrital do Rangel do MPLA, Josué Gourgel, está a ser vigiado pelo Serviço de Inteligência e Segurança…
Cabo Verde: UCID alerta para "reformas sem planeamento" na Educação

Cabo Verde: UCID alerta para "reformas sem planeamento" na Educação

A União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) partilhou a sua preocupação em relação à forma como tem sido implementada a…
STP: CEN confirma vitória do ADI nas eleições legislativas

STP: CEN confirma vitória do ADI nas eleições legislativas

O presidente da Comissão Eleitoral Nacional (CEN) de São Tomé e Príncipe, José Carlos Barreiros, divulgou os dados preliminares das…