Moçambique: Secretário do Estado quer maior vigilância nas fronteiras de Niassa

O Secretário de Estado, na província de Niassa, Dinis Vilanculo, quer maior vigilância nas fronteiras daquela região de Moçambique, com vista a impedir a entrada de indivíduos que se possam juntar aos terroristas, numa altura em que se intensificam incursões em Cabo Delgado.

Dinis Vilanculo, falava esta segunda-feira, aos membros da Polícia de Guarda Fronteira, no posto de travessia de Luelele, no distrito de Mandimba para Malawi. O dirigente esteve naquele distrito para avaliar a implementação das actividades governativas. 

O Secretário de Estado no Niassa disse que as fronteiras fragilizadas podem ser usadas para a entrada de insurgentes, por isso apelou que “continuem a ser vigilantes a nível da nossas fronteiras, fazendo uma investigação serena para não permitir a entrada de insurgentes”.

Além de Malawi, através do Niassa também se pode estabelecer entradas e saídas de pessoas e bens com a vizinha República da Tanzânia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Cabo Verde: Governo estima inflação de 8%

Cabo Verde: Governo estima inflação de 8%

O Governo cabo-verdiano prevê que a inflação do país pode chegar aos 8% em 2022. Se isso acontecer, será a…
Timor-Leste: Ministro das Finanças comenta ajuda da diáspora

Timor-Leste: Ministro das Finanças comenta ajuda da diáspora

O ministro das Finanças de Timor-Leste, Rui Gomes, afirmou que os timorenses que vivem no estrangeiro podem ajudar na diversificação…
Angola: PRS acolhe 500 ex-filiados da FNLA

Angola: PRS acolhe 500 ex-filiados da FNLA

O Partido de Renovação Social (PRS) recebeu no sábado, 18 de junho, cerca de 500 ex-filiados da Frente Nacional de…
Angola: PHA formaliza candidatura às eleições gerais

Angola: PHA formaliza candidatura às eleições gerais

O recém-criado Partido Humanista Angolano (PHA), da jornalista Florbela Malaquias, vai formalizar na quinta-feira, 23 de junho, a sua candidatura…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin