Moçambique: Secretário-geral da Frelimo visita Tanzânia

O secretário-geral da Frelimo deslocou-se até à Tanzânia em visita de trabalho. Roque Silva chegou na terça-feira, 28 de setembro, e irá permanecer no país até sexta-feira, 01 de outubro. 

O objetivo da estadia é estabelecer contactos com diversas individualidades políticas da Tanzânia. Trata-se de uma deslocação inserida no quadro do fortalecimento das tradicionais e históricas relações de amizade e cooperação existentes entre a Frelimo, partido no poder em Moçambique, e a formação política local, Chama Cha Mapinduzi. 

Serve também para reforçar os laços entre os povos dos dois países vizinhos. No local, Roque Silva irá abordar vários aspectos da vida política e social referentes a ambas as nações. 

A agenda inclui nos seus cinco dias de visita locais de interesse histórico que marcaram o percurso da luta de libertação nacional, bem como encontros com membros e simpatizantes da Frelimo e com a comunidade moçambicana residente na Tanzânia. 

O político faz-se acompanhar pelo secretário do Comité Central para a Organização e Administração e Finanças e pelo primeiro secretario do comité provincial da Frelimo de Cabo Delgado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin