Moçambique: SENAMI revela movimento fronteiriço durante a quadra festiva 2022

O Serviço Nacional de Migração (SENAMI) de Moçambique registou, no período compreendido entre 13 de dezembro a 03 de janeiro, a entrada de 230.639 viajantes, contra 145.069 em igual período do ano passado.

Segundo o SENAMI, o maior fluxo de viajantes a nível nacional, particularmente de entrada, foi registado a 24 de dezembro de 2021, quando atravessaram 31.302 viajantes. Destes, 27.409 passaram através do posto de travessia de Ressano Garcia na Provincia de Maputo.

Já o movimento de saída ocorreu de forma gradual, tendo o pico sido registado a 02 de janeiro corrente, quando transitaram pelos postos de travessia nacionais 12.920 pessoas.

“Particularmente em Ressano Garcia, na província de Maputo, que apresentou maior fluxo migratório a nível nacional, o SENAMI, para flexibilizar o atendimento de viajantes neste posto de travessia teve que estender o horário de funcionamento, para além de ter feito um reforço dos meios humanos e alocado mais equipamento para o despacho migratório de viajantes”, avancou Celestino Matsinhe, porta -voz do SENAMI.

Aurelio Sambo- Correspondente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin