Ministério da Saude - MISAU

Moçambique tem 126 unidades de Saúde destruídas por terrorismo e ciclones

O ministro da Saúde de Moçambique, Armindo Tiago, divulgou o registo de 126 unidades de Saúde destruídas no país. O motivo deve-se ao terrorismo e a ciclones ocorridos durante a última época chuvosa. 

“Foi um verdadeiro revés face aos ganhos alcançados neste setor”, disse, citado pela “Folha de Maputo”. 

A informação foi avançada em Gondola, na abertura de uma reunião do conselho coordenador do ministério que Armindo Tiago representa. Ainda segundo o governante, das 126 unidades de Saúde mencionadas, 31 são hospitais danificados pelos terroristas desde 2017. 

O sucedido leva a que centenas de famílias se encontrem sem serviços de saúde. Ao todo, em Moçambique estão a funcionar 1.596 unidades de saúde, a maioria centros de saúde, e existem ainda 50 hospitais distritais, rurais e gerais. 

“Acreditamos que com a ação de cada moçambicano e com o envolvimento dos parceiros serão cumpridas as metas estabelecidas pelo Governo”, concluiu o ministro, numa alusão à ajuda externa para o setor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: XII Congresso da Frelimo encerra um dia mais cedo

Moçambique: XII Congresso da Frelimo encerra um dia mais cedo

O XII Congresso da Frelimo começou na passada sexta-feira, 23 de setembro, e iria terminar na quarta-feira, dia 28. No…
Cabo Verde: Donativos internacionais desceram mais de 30%

Cabo Verde: Donativos internacionais desceram mais de 30%

O Ministério das Finanças de Cabo Verde registou uma queda de 30% nos donativos internacionais recebidos até julho, comparativamente ao…
Angola: Secretário do MPLA no Rangel vigiado pelo SINSE

Angola: Secretário do MPLA no Rangel vigiado pelo SINSE

O primeiro secretário distrital do Rangel do MPLA, Josué Gourgel, está a ser vigiado pelo Serviço de Inteligência e Segurança…
Cabo Verde: UCID alerta para "reformas sem planeamento" na Educação

Cabo Verde: UCID alerta para "reformas sem planeamento" na Educação

A União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) partilhou a sua preocupação em relação à forma como tem sido implementada a…