Moçambique tem dois casos confirmados da nova variante Ómicron

Moçambique registou, desde ontem dia 30 de Novembro, dois casos suspeitos da nova variante da Covid-19 denominada Ómicron. De acordo com Ministério da Saúde(MISAU), são indivíduos das províncias de Maputo e Inhambane, sem histórico de viagens.

Dos casos em referência, um tem sintomatologia leve e o outro não tem nenhum sintoma da Covid-19. O Ministro da Saúde, Armindo Tiago, que admitiu o facto esta terça-feira, em conferência de imprensa, equaciona a possibilidade de se tratar de uma mutação local do vírus.

Armindo Tiago referiu que estes casos serão confirmados por sequenciamento genético ao longo dos próximos dias. Neste momento, Moçambique está a intensificar o controlo nos pontos de entrada, incluindo a testagem de Covid-19, e fortalecer a vigilância genómica, face ao surgimento da variante Ómicron, com dois casos suspeitos no país.

As medidas estão a ser acompanhadas pela vacinação massiva dos grupos-alvo previstos, intensificação da fiscalização das medidas de prevenção da Covid-19 e preparação do sistema de saúde para uma eventual quarta vaga da doença.

Enquanto isso, a República da África do Sul atraves da sua embaixada na Cidade de Maputo anunciou na mesma terça-feira, 30 de Novembro que a África do Sul vai manter as suas fronteiras e serviços abertos com os países vizinhos e o mundo.

Aurelio Sambo- Correspondente

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique recebe do Japão cinco viaturas de bombeiros

Moçambique recebe do Japão cinco viaturas de bombeiros

O Governo japonês disponibilizou cerca de 170 mil dólares a Moçambique para a aquisição de cinco viaturas destinadas ao Serviço…
Angola: Reintegrados mais de 500 ex-militares em ações contra fome e pobreza

Angola: Reintegrados mais de 500 ex-militares em ações contra fome e pobreza

A vice-governadora provincial para o setor Político, Social e Económico de Benguela, Lídia Amaro, afirmou que 593 ex-militares foram reintegrados…
Banco Mundial indica crescimento de 4,1% para Timor-Leste

Banco Mundial indica crescimento de 4,1% para Timor-Leste

O Banco Mundial prevê que Timor-Leste registe um crescimento económico de 4,1% em 2024 e 2025, através do alívio das…
UE doa 50 milhões de euros à ONU para refugiados palestinianos

UE doa 50 milhões de euros à ONU para refugiados palestinianos

A União Europeia (UE) anunciou o envio da próxima parcela de 50 milhões de euros para a Agência das Nações…