Programa de reabilitação urbana IFRRU 2020 distinguido como Case study europeu

Moçambique tem Programa Estratégico da UE para 2021-2027

A União Europeia (UE) aprovou o Programa Estratégico para Moçambique (2021-2027). Este inclui um pacote financeiro para os primeiros quatro anos no valor de 428 milhões de euros para o setor do desenvolvimento.

O anúncio foi feito pela delegação da UE no país africano. De acordo com a “Lusa”, o programa foi aprovado no âmbito do novo Instrumento de Vizinhança, de Cooperação para o Desenvolvimento e de Cooperação Internacional – Europa Global, que substituiu o Fundo Europeu de Desenvolvimento.

“A parceria entre a União Europeia e Moçambique basear-se-á numa abordagem multidimensional, centrada nas necessidades prioritárias do país, tendo os aspectos de género uma prioridade transversal. Este apoio ao desenvolvimento irá contribuir para uma resposta integrada das questões da paz e segurança, ajuda humanitária e desenvolvimento”, refere o documento.

O novo Programa Indicativo Plurianual de Moçambique 2021-2027 apresenta três áreas prioritárias, sendo eleas Crescimento Verde, Crescimento da Juventude e Governação, Paz e Sociedade Justa.

A primeira, Crescimento Verde, enquadra-se na conservação e proteção do ambiente com vista ao desenvolvimento sustentável do país. “O apoio da União Europeia visa – entre outros – criar oportunidades económicas e emprego através da transformação dos padrões de produção para modelos mais sustentáveis e inclusivos”, pode ler-se no mesmo documento.

A segunda área prioritária, Crescimento da Juventude, tem como objetivo “garantir uma nutrição e segurança alimentar adequadas, mais investimentos numa educação inclusiva e de qualidade e a criação de mais oportunidades de emprego”.

Quanto à terceira área, Governação, Paz e Sociedade Justa, o Programa Indicativo visa “responder aos desafios da governação e promover uma sociedade inclusiva através do reforço das instituições democráticas ao nível central e descentralizado, a proteção e a promoção dos direitos humanos e o apoio a uma imprensa independente e pluralista”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin