Moçambique: Terrorismo em Cabo Delgado encerra unidades sanitárias

Fontes das autoridades de saúde moçambicanas afirmaram que foram encerradas, nos últimos três anos, 37 unidades sanitárias das 130  que existiam em Cabo Delgado. O motivo deve-se ao terrorismo local, feito através de ataques armados nesta província.

Uma parte da população que vive em Mocímboa da Praia, Quissanga, Macomia e Meluco, entre outros distritos considerados inseguros, queixou-se de não ter acesso aos cuidados básicos de saúde.

“Algumas unidades sanitárias da província estão encerradas devido a insegurança, mas sempre que a situação de segurança melhora temos enviado algumas brigadas móveis para atender a população, especialmente nas sedes distritais”, informou o Diretor Provincial de Saúde de Cabo Delgado, Magido Sabuna.

Entretanto, além de brigadas móveis, Sabuna disse que se está a “trabalhar com agentes polivalentes comunitários que vivem em zonas de difícil acesso, que recebem os medicamentos para atender a população”.

Ainda não se sabe, oficialmente, quantas pessoas continuam a viver em áreas consideradas de alto risco devido ao terrorismo. Também não há uma informação real do estado de saúde da população, que por várias razões ainda permanece nas zonas de conflito.

“A população não deve baixar a guarda, porque numa situação de guerra estão susceptíveis a contrair doenças que pode agravar a vulnerabilidade de muitas famílias”, alertou Sabuna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Brasil: Guerra leva o país a escolher produzir fertilizantes em terras indígenas ou comprar do Irão 

Brasil: Guerra leva o país a escolher produzir fertilizantes em terras indígenas ou comprar do Irão 

A ministra da Agricultura do Brasil Tereza Cristina anunciou que vai apresentar um plano nacional para produção de fertilizantes no…
Moçambique: exoneração de Membros do Governo

Moçambique: exoneração de Membros do Governo

O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, no uso das competências que lhe são conferidas pela alínea a) do número…
Brasil não assina adesão à ação de 39 países contra o governo de Vladimir Putin 

Brasil não assina adesão à ação de 39 países contra o governo de Vladimir Putin 

O governo brasileiro não aderiu a uma ação de 39 países que solicitaram a abertura de investigações formais contra o…
Brasil vota nas Nações Unidas pela imediata retirada das tropas russas da Ucrânia 

Brasil vota nas Nações Unidas pela imediata retirada das tropas russas da Ucrânia 

A despeito da posição “neutra” declarada pelo presidente Jair Bolsonaro, o Brasil votou nesta quarta-feira (2) pela imediata retirada das…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin