Moçambique

Moçambique: Terroristas voltam a atacar Cabo Delgado

Habitantes de Cabo Delgado

A província de Cabo Delgado registou um novo ataque, levado mais uma vez a cabo por um grupo armado. Segundo as fontes locais, os terroristas que já controlavam a vila-sede do distrito de Mocímboa da Praia voltaram a fazer algumas incursões nos distritos de Palma e Macomia.

Foi na noite de segunda-feira, 07 de setembro, que o grupo atacou a Ilha de Vamisse, localizada a cerca de nove quilómetros da Península de Afungi. É nessa zona que está a ser implantado um dos maiores projetos de exploração de gás natural do mundo.

Também de acordo com as fontes, a invasão resultou na morte de uma pessoa e na destruição de vários bens da população.

Apesar do grupo ter queimado algumas embarcações, a população conseguiu atravessar o mar para o lado continental.

Também o distrito de Macomia sofreu ataques. Os terroristas invadiram as aldeias Manica e Rueia, no Posto Administrativo de Mucojo, entre domingo e segunda-feira. Muitas propriedades ficaram destruídas, além de terem sido roubadas várias cabeças de gado caprino e algumas aves, como galinhas e patos.

Ainda na terça-feira o grupo dirigiu-se à aldeia Nambo, no Posto Administrativo do Mucojo, igualmente em Macomia. Foram mortas duas pessoas e incendiadas algumas palhotas. Este ataque conseguiu ser, entretanto, parado pelas Forças de Defesa e Segurança (FDS).

Já no distrito de Ancuabe, a menos de 50 quilómetros de Pemba, capital provincial de Cabo Delgado, desapareceram 17 jovens. Acredita-se que estes terão ingressado no grupo de insurgentes, uma vez que as FDS informaram que os mesmos chegaram a ser detidos anteriormente por suspeita de pertencerem ao grupo. No entanto, acabaram por ser libertados pelo Tribunal Judicial da Província de Cabo Delgado.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo