Moçambique

Moçambique: Tribunal legalizou detenção de ex-deputado da Renamo por alegado envolvimento com JMR

O Tribunal Judicial da província de Sofala ouviu e legalizou nesta terça-feira, 21 de janeiro, a prisão preventiva de Sandura Ambrósio, ex-deputado da Renamo, por indícios de envolvimento no apoio a guerrilheiros dissidentes do partido, que formaram um grupo que se autodenomina Junta Militar da Renamo (JMR). 

A JMR, liderada por Mariano Nhongo e que contesta o acordo de paz em Moçambique, assinado a 06 de agosto do ano passado pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, e pelo líder da Renamo, Ossufo Momade, é acusada pelas autoridades de ataques armados que já mataram 21 pessoas nas estradas e aldeias do Centro do país desde agosto. 

“Eu, Sandura Ambrósio, estou inocente: em nenhum momento financiei a Junta Militar e não conheço nenhum desses homens de que falam”, declarou o arguido aos jornalistas, cuja detenção se baseia em suspeitas dos crimes de conspiração contra o Estado e de financiamento a um grupo armado. 

Ambrósio foi deputado do maior partido da oposição no mandato que terminou há uma semana. No entanto, chegou a deixar essa formação política em 2019 para se filiar no MDM, organização política que representou no círculo eleitoral de Sofala na altura em que concorreu a mais um mandato nas eleições legislativas de 15 de outubro do ano passado, mas não conseguiu a reeleição. 

Recorde-se que a Procuradoria-Geral da República já interrogou no dia 08 deste mês a chefe da bancada da Renamo, Ivone Soares, o porta-voz do partido, José Manteigas, e o deputado António Muchanga, no âmbito dos referidos ataques. Os três visados e o ex-secretário-geral da formação política António Bissopo foram indicados por um alegado grupo de seis homens detidos e apresentados pela polícia na televisão pública como estando envolvidos no apoio à JMR, algo que os acusados vieram desmentir. 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo