Moçambique: Tropa ruandesa liderada por exterminador de opositores de Kagame

A tropa ruandesa que chegou a Moçambique a 09 de julho para combater os terroristas na província de Cabo Delgado é liderada por Innocent Kabandana. Este Major General é conhecido por perseguir e assassinar opositores do Presidente de Ruanda, Paul Kagame, no estrangeiro.

Kabandana já dirigiu missões de “extermínio” de opositores do chefe de Estado do seu país nos Estados Unidos da América (EUA), no Canadá, na República Democrática do Congo, no Burundi e em alguns países africanos. Em 2020 passou a comandar a Academia Militar de Ruanda.

Nos EUA, por exemplo, trabalhou durante cinco anos e, nesse período, foi responsável pela eliminação de vários cidadãos ruandeses considerados incómodos ao sistema político vigente.

Na República Democrática do Congo e no Burundi terá, alegadamente, atacado aldeias dos nativos e matado refugiados da etnia hútus, entre outros assassinatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin