Moçambique: Tropas moçambicanas e ruandesas expulsam terroristas

As forças de defesa e segurança moçambicanas, em conjunto com os aliados ruandeses, realizaram no início da semana operações de segurança nas áreas de Nica e Pundanhar, pertencentes ao distrito de Palma, na província de Cabo Delgado. 

Segundo um comunicado do Ministério da Defesa do Ruanda, citado no diário ruandês “New Times”, Nica e Pundanhar foram recentemente ocupadas por terroristas islâmicos “como esconderijos temporários, pois procuravam realizar operações para retomar territórios perdidos durante a ofensiva inicial, pelas forças conjuntas conduzidas no ano passado”

No documento lê-se ainda que a missão em Moçambique da SADC (Comunidade de Desenvolvimento da África Austral) “foi também alertada para apoio no bloqueio da fuga do inimigo para a sua área de responsabilidade”

As forças ruandesas estão envolvidas em “operações de estabilização” ao lado das Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM), incluindo trazer os deslocados de volta às suas áreas de origem para que possam retomar as suas atividades produtivas normais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin