Moçambique: Tropas ruandesas matam mais de 100 terroristas

O embaixador do Ruanda em Moçambique, Claude Nikobizanzwe, informou que as tropas ruandesas abateram mais de 100 terroristas, além de terem resgatado, pelo menos, 350 civis. A informação foi avançada nesta segunda-feira, 08 de novembro. 

Segundo Nikobizanzwe, na operação ocorrida na província de Cabo Delgado encontravam-se mulheres e crianças entre os civis resgatados. As declarações foram feitas através de uma videoconferência, realizada num seminário do Instituto de Estudos de Segurança (ISS) de Pretória sobre o combate aos ataques em Cabo Delgado. 

O diplomata sublinhou que a intervenção militar bilateral era “inevitável para estancar a insurgência terrorista” no norte de Moçambique. Esta operação, acrescentou, foi feita em resposta a um pedido do Governo moçambicano no âmbito de um acordo de segurança assinado com Moçambique, em 2015. 

“O mandato é de apoiar as forças moçambicanas a impedir a criação de um califado [Estado islâmico], restabelecer a autoridade do Estado na província de Cabo Delgado, (…) promovendo a cooperação civil e militar, e apoiar a capacitação das Forças Armadas moçambicanas”, explicou. 

A morte dos insurgentes e resgate de civis decorreu nas zonas Mocímboa da Praia, Mueda e Palma. Foi também capturada uma “quantidade considerável” de armamento militar não especificado, bem como veículos, computadores, telemóveis e documentos, “que estão a ser analisados”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Cabo Verde: Correia e Silva quer Economia Digital a valer 25% do PIB

Cabo Verde: Correia e Silva quer Economia Digital a valer 25% do PIB

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, tem como meta fazer com que a Economia Digital contribua com 25% do Produto Interno Bruto (PIB). Este objetivo…
Grécia quer cooperar com Angola na Segurança Marítima

Grécia quer cooperar com Angola na Segurança Marítima

A Grécia manifestou a Angola o seu desejo de estabelecer cooperação nos domínios da Segurança Marítima, Comércio, Turismo, Indústria, Agricultura e Inovação. Essa…
Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

A presidente do Instituto Nacional de Gestão e Redução do Risco de Desastres (INGD) Luísa Meque, apelou às comunidades que residem nas…
Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Os trabalhadores timorenses na Coreia do Sul já enviaram para Timor-Leste, de 2009 a 2021, cerca de 39 milhões de dólares…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin