Moçambique: USAID financia projecto de segurança alimentar para 25 mil pessoas em Cabo Delgado

A Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional – USAID e o governo da província de Cabo Delgado vão assistir 25 mil pessoas deslocadas em termos de segurança alimentar e habilidades para a vida no distrito de Metuge e cidade de Pemba. 

Para o efeito, foi lançado terça-feira, 2 de agosto, na cidade de Pemba, um programa denominado, Projecto de Suporte ao Grande Desenvolvimento da província de Cabo Delgado, que terá a duração de quatro anos.

A ADPP Moçambique, que está a implementar o projecto, deve capacitar igualmente um grupo 3200 produtores divididos em 64 clubes com vista a garantir produção que melhore a dieta e segurança alimentar nas suas famílias, bem como a formação de 2 mil jovens em habilidades para acesso ao emprego no sector privado.

O governador de Cabo Delgado, Valige Tauabo, saudou a iniciativa e referiu que o mesmo projecto responde o Plano de Gestão de Deslocados, do qual foram criados os Centros de Reassentamento nos distritos não afectados. 

A Directora Adjunta da ADPP Moçambique, Anete Castela, disse no lançamento do projecto que o programa visa apoiar o desenvolvimento socioeconómico e a recuperação da província de Cabo Delgado garantindo a sustentabilidade das famílias deslocadas e acolhedoras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Amnistia denuncia que tropas ucranianas são ameaça para civis

Amnistia denuncia que tropas ucranianas são ameaça para civis

A Amnistia Internacional denunciou nesta quinta-feira, 04 de agosto, que as tropas ucranianas estão a realizar táticas de combate que…
Afeganistão: Membros da segurança Talibã mortos em tiroteio

Afeganistão: Membros da segurança Talibã mortos em tiroteio

Pelo menos dois elementos das forças de segurança Talibã e também vários insurgentes foram mortos durante um tiroteio ocorrido em…
Revista de Imprensa Lusófona de 04 de agosto de 2022

Revista de Imprensa Lusófona de 04 de agosto de 2022

O “Ver Angola” partilha que o líder do MPLA “João Lourenço compromete-se a instituir autarquias no segundo mandato”. De acordo…
Moçambique: Reserva de Niassa sem registo de abate de elefantes em quatro anos consecutivos

Moçambique: Reserva de Niassa sem registo de abate de elefantes em quatro anos consecutivos

A Reserva Especial do Niassa, que envolve parte das províncias de Niassa e Cabo Delgado, não regista, abate de elefantes…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin