Moçambique: Vencedores das autárquicas terão pouco dinheiro para cumprirem as promessas

Os residentes dos 53 municípios moçambicanos dirigiram-se às urnas esta quarta-feira, 10 de outubro, para escolherem os presidentes dos conselhos autárquicos e os membros das assembleias autárquicas, que irão governar de 2019 a 2023.

Apesar da contagem de votos das Eleições Autárquicas ainda estar a decorrer, já foram divulgados alguns resultados. De acordo com o “CanalMOZ”, o Movimento Democrático de Moçambique (MDM) venceu na Beira e a Renamo ganhou em Quelimane, Nampula, Alto Molócuè e Mocímboa da Praia.

O momento conturbado do MDM, que ocorreu durante o período pré-eleitoral, parece estar assim a ter repercursões nos resultados das votações feitas em todos os municípios que estavam sob a gestão deste partido, à exceção da cidade da Beira, onde obteve 58% dos votos. Já a Renamo disputa o segundo lugar com a Frelimo, com 17% e 14%, respetivamente.

No entanto, independentemente de quem seja o vencedor das autárquicas, este terá pouco dinheiro para materializar as promessas que fez aos seus eleitores, devido à proposta de Orçamento de Estado para 2019, refere o semanário “@Verdade”. Está previsto que serão concedidos apenas 4,7 biliões de meticais para serem repartidos de forma não equitativa pelos 53 Conselhos Autárquicos.

Maputo, capital de Moçambique, recebe a maior parte do dinheiro, que corresponde a 797,6 milhões de meticais. Este valor, ao ser comparado com a quantia destinada ao município de Nyamayabue, que recebe a menor porção de meticais, sendo esta de 12,9 milhões, demonstra que a diferença na distribuição de apoios financeiros torna-se muito significativa.

Algumas das várias promessas feitas pelos candidatos a presidentes dos Conselhos Autárquicos estão relacionadas com o acesso a água potável, ao saneamento, à educação, à unidade sanitária e à eletricidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola: Chivukuvuku vai candidatar-se à Vice-Presidência da República

Angola: Chivukuvuku vai candidatar-se à Vice-Presidência da República

O político Abel Chivukuvuku, atualmente vice-coordenador da Frente Patriótica Unida (FPU), declarou em entrevista que vai ser o candidato dessa…
Afeganistão: Mulheres proibidas de viajar sem companhia de homens

Afeganistão: Mulheres proibidas de viajar sem companhia de homens

O regime talibã no Afeganistão lançou novas medidas, sendo estas, mais uma vez, contra a liberdade feminina. As mulheres são…
Revista de Imprensa Lusófona de 27 de dezembro de 2021

Revista de Imprensa Lusófona de 27 de dezembro de 2021

No Brasil “O Globo” refere que o “Partido de Bolsonaro ataca ditadura em curso de formação política para filiados e…
Cabo Verde: TACV retoma voos a 27 de dezembro

Cabo Verde: TACV retoma voos a 27 de dezembro

A companhia aérea TACV – Cabo Verde Airlines vai retomar os seus voos nesta segunda–feira, 27 de dezembro. As primeiras…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin