Moçambique: Vítimas de ataques armados passam fome

Cerca de 200 vítimas de ataques armados estão deslocadas porque tiveram de fugir para a vila de Gondola, na província de Manica. O motivo deve-se ao facto de quererem escapar aos terroristas que invadiram o interior daquele distrito.

No entanto, devido a esta situação, os cidadãos moçambicanos em questão não têm o que comer e onde dormir.

Entretanto, os homens armados, responsáveis pelos ataques ao longo das estradas nacionais número um e seis, já começam a atuar no interior do distrito de Gondola.

Os criminosos escalaram recentemente o povoado de Mucorodzi, onde, além de terem queimado uma viatura de um operador madeireiro, ameaçaram a população local.

As vítimas de ataques armados viram-se assim forçadas a abandonar a região e a construir pequenos abrigos na zona de Mazicuera. Homens, mulheres e crianças não têm o que comer, uma vez que não tiveram tempo de levar consigo bens alimentares.

A administradora do distrito de Gondola, que garante que as Forças de Defesa e Segurança já estão no terreno para reporem a tranquilidade, afirmou que o Governo está a mobilizar apoios para as famílias poderem ter alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Brasil: Guerra leva o país a escolher produzir fertilizantes em terras indígenas ou comprar do Irão 

Brasil: Guerra leva o país a escolher produzir fertilizantes em terras indígenas ou comprar do Irão 

A ministra da Agricultura do Brasil Tereza Cristina anunciou que vai apresentar um plano nacional para produção de fertilizantes no…
Moçambique: exoneração de Membros do Governo

Moçambique: exoneração de Membros do Governo

O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, no uso das competências que lhe são conferidas pela alínea a) do número…
Brasil não assina adesão à ação de 39 países contra o governo de Vladimir Putin 

Brasil não assina adesão à ação de 39 países contra o governo de Vladimir Putin 

O governo brasileiro não aderiu a uma ação de 39 países que solicitaram a abertura de investigações formais contra o…
Brasil vota nas Nações Unidas pela imediata retirada das tropas russas da Ucrânia 

Brasil vota nas Nações Unidas pela imediata retirada das tropas russas da Ucrânia 

A despeito da posição “neutra” declarada pelo presidente Jair Bolsonaro, o Brasil votou nesta quarta-feira (2) pela imediata retirada das…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin