Moçambique: Zona norte de Cabo Delgado volta a ter energia

Electricidade de Moçambique (EDM) informou em comunicado que concluiu com sucesso nesta semana os trabalhos de restabelecimento de energia em todos os distritos da zona norte da província de Cabo Delgado. 

Recorde-se que vários locais de Cabo Delgado ficaram sem energia há mais de um ano, devido aos frequentes ataques terroristas, uma vez que os invasores destruíram infraestruturas. 

“Depois de restabelecido o fornecimento da corrente elétrica nos distritos de Mueda, a 3 de Setembro; Mocímboa da Praia, a 11 de Setembro; Nangade a 27 de Setembro; e Palma, a 8 de Outubro; a energização, a 22 de Novembro, do distrito de Muidumbe, que se encontrava desprovido de energia desde 20 de Agosto de 2020, representa o culminar das intervenções de emergência de curto prazo iniciadas com a recuperação e energização da subestação de Oasse”, pode ler-se no documento, divulgado pela “Carta de Moçambique”. 

O comunicado refere ainda que as obras para a reposição do fornecimento de energia no norte de Cabo Delgado contaram com o financiamento do Governo moçambicano, além de fundos próprios da EDM. Está em curso a mobilização de fundos junto dos parceiros de cooperação para a reconstrução definitiva do sistema elétrico da região em questão. 

“A EDM está sempre comprometida em cumprir com a sua missão de eletrificar Moçambique e apela ao engajamento de todos para a permanente vigilância contra a vandalização das infraestruturas elétricas, actos que retardam o progresso da eletrificação nacional”, concluiu a empresa.

2 Comments

  1. Calido Camará

    Calido Camará

  2. Calido Camará

    Gostaria de receber sempre as notificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

A presidente do Instituto Nacional de Gestão e Redução do Risco de Desastres (INGD) Luísa Meque, apelou às comunidades que residem nas…
Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Os trabalhadores timorenses na Coreia do Sul já enviaram para Timor-Leste, de 2009 a 2021, cerca de 39 milhões de dólares…
Cabo Verde: Plano Nacional de Habitação investe 1.500 ME até 2030

Cabo Verde: Plano Nacional de Habitação investe 1.500 ME até 2030

O Plano Nacional de Habitação de Cabo Verde estima um investimento de 1.500 milhões de euros até 2030. De acordo com a estimativa do referido…
Angola tem autossuficiência em seis produtos alimentares

Angola tem autossuficiência em seis produtos alimentares

O Governo angolano divulgou que o ananás, a banana, a batata-doce, a carne de cabrito, a mandioca e os ovos são os produtos que alcançaram a autossuficiência no país.  Isto…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin