Crise | Moçambique

OTM – Central Sindical alerta para risco de convulsões sociais devido ao custo de vida

A Organização dos Trabalhadores de Moçambique (OTM-Central Sindical) alertou para o risco de convulsões sociais devido à escalada de preços de produtos básicos, assinalando que a maioria dos moçambicanos enfrenta um elevado custo de vida.

“A OTM não pode deixar de manifestar publicamente a sua profunda preocupação com o elevado custo de vida que a maioria dos moçambicanos está a enfrentar, por isso gostaríamos de alertar o Governo e os comerciantes que uma escalada de aumento de preços, sobretudo dos produtos básicos, vai saturar as populações, o que pode degenerar em convulsões sociais de consequências incomensuráveis”, afirmou o secretário-geral da OTM-CS, Alexandre Munguambe.

Falando num seminário sobre mecanismos de recuperação da dívida à Segurança Social, Munguambe defendeu que, face ao agravamento das condições de vida dos trabalhadores moçambicanos, o executivo deve rever os critérios de fixação do salário mínimo nacional.

Na semana passada, o Banco de Moçambique disse que, este ano, a economia vai crescer apenas 3,5% e a inflação pode atingir os 34%.

Rogério Zandamela, governador do Banco Central, disse que, em Setembro último, que a inflação se situou em 25%, e ainda não tinha nada a ver com a subida do preço dos combustíveis. Até ao fim do ano deverá estar entre 29% e 34%.

Face a este cenário da economia moçambicana, também motivada pela desvalorização do metical relativamente as principais moedas estrangeiras, Alexandre Munguambe, disse que a OTM está preocupada com o elevado custo de vida a que o povo está sujeito.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo