Portugal garante continuar a dar apoio à Moçambique na luta contra o terrorismo

Portugal vai continuar a apoiar Moçambique no treino das Forças de Defesa e Segurança (FDS), visando dar melhor resposta no combate ao terrorismo na província de Cabo Delgado.

A informação foi avançada esta segunda-feira, 19 de fevereiro, em Maputo, pelo Secretário do Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Francisco André, que também garantiu que o seu país vai continuar de “mãos dadas” com Moçambique no combate ao terrorismo na província de Cabo Delgado.

“Portugal e Moçambique trabalham de mãos dadas sobre este assunto, desde há muito tempo”, afirmou Francisco André, em declarações aos jornalistas após um encontro com o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Moçambique, Manuel Gonçalves.

O apoio português a Moçambique na luta contra os grupos armados que atuam em Cabo Delgado permitiu a formação de 11 companhias de forças especiais do país, avançou o dirigente. “É evidente, não haja qualquer dúvida de que Portugal vai continuar a trabalhar com Moçambique neste assunto”, sublinhou.

Francisco André assinalou que o seu país trabalha em coordenação com os parceiros europeus no apoio à Moçambique na luta contra os insurgentes, em Cabo Delgado. “Estamos a coordenar as nossas posições, na articulação com os parceiros europeus de Moçambique. Penso que temos todas as condições para manter esta missão” de treino às forças especiais moçambicanas, enfatizou.

Para o efeito, segundo Francisco André, uma missão multissetorial desloca-se a Cabo Delgado para se inteirar da situação real no terreno e dar estratégias de formação das Forças de Defesa e Segurança.

De referir que nas últimas semanas ataques dos terroristas têm estado a intensificar-se em alguns distritos da  província de Cabo Delgado, nomeadamente, Mucojo, Macomia, Palma, Chiure e Ancuabe, causando danos humanos e deslocamento de várias pessoas, inclusive com abordagens a viaturas, rapto de motoristas e exigência de dinheiro para a população circular em algumas vias.

Aurélio Sambo – Correspondente

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Revista de Imprensa Lusófona de 16 de abril de 2024

Revista de Imprensa Lusófona de 16 de abril de 2024

O site institucional do Governo da Guiné Equatorial indica a “Aprovação da Proposta de Lei que Regula a Utilização das…
Moçambique: Comissão Política da Renamo marca congresso e mantém perfil do candidato à presidência do partido

Moçambique: Comissão Política da Renamo marca congresso e mantém perfil do candidato à presidência do partido

A Renamo acabou com todas as aspirações de Venâncio Mondlane em candidatar-se à presidência do partido, com aprovação do perfil…
Cabo Verde: PAICV critica Governo por retomada eleitoralista do Projeto 'Little África' no Maio

Cabo Verde: PAICV critica Governo por retomada eleitoralista do Projeto 'Little África' no Maio

O Governo de Cabo Verde anunciou, hoje, a retomada do projeto “Little África”, na Ilha do Maio, desencadeando críticas contundentes…
Moçambique: Nyusi apela à justa comercialização agrícola

Moçambique: Nyusi apela à justa comercialização agrícola

O Presidente da República, Filipe Nhysi, apelou, no final da semana passada, na localidade de Luelele, distrito de Mandimba, província…