Qatar interessado em cooperar com Moçambique nos hidrocarbonetos

O ministro do Estado dos Recursos Minerais e Energia do Qatar, Ahmad Al Sayeg, anunciou que o seu país quer cooperar com Moçambique no setor dos hidrocarbonetos. O objetivo, explicou, é aproveitar o grande potencial de ambos os países nessa área. 

De acordo com a “Folha de Maputo”, a afirmação foi feita durante um encontro com o ministro dos Recursos Minerais e Energia de Moçambique, Max Tonela, em Moscovo, capital da Rússia. 

“Realmente, vemos grandes oportunidades para cooperar nos setores de energia, e não só”, acrescentou o governante. 

O encontro decorreu à margem da reunião plenária do Processo de Kimberley, uma entidade internacional responsável pela fiscalização do comércio de diamantes. 

Ahmad Al Sayeg partilhou ainda que irá visitar Moçambique no próximo ano, para que seja concretizada a referida cooperação bilateral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin