Ruanda “aterrorizada” com assassinato de empresário em Moçambique

O vice-presidente da Associação dos Refugiados Ruandeses em Moçambique (ARRM), Revocant Karemangingo, foi baleado à queima roupa no bairro da Liberdade, cidade da Matola, na província de Maputo.

Este proeminente refugiado ruandês foi interpelado perto de casa por desconhecidos e morto a tiro na segunda-feira, 13 de setembro, na altura em que voltava de automóvel. A confirmação foi dada pelo Presidente da ARRM, Cleophas Habiyaremye, que disse que o óbito foi dado no local.

Karemangingo era conhecido como o conselheiro da associação e, nas últimas semanas, destacou-se com entrevistas polémicas acerca do rapto do jornalista ruandês Cassien Ntamuhanga, que se encontra em parte incerta. Ntamuhanga foi raptado a 23 de maio na ilha moçambicana da Inhaca, onde se encontrava refugiado.

De acordo com Habiyaremye, a comunidade ruandesa em Maputo está em choque com o sucedido. A própria ARRM está “aterrorizada e com medo” depois do que se passou, acrescentou.

O malogrado era empresário na área do comércio e residia em Moçambique desde 1996, onde se refugiou após o genocídio no Ruanda, em 1994.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Mercados voláteis de energia vieram para ficar, alerta Agência Internacional de Energia

Mercados voláteis de energia vieram para ficar, alerta Agência Internacional de Energia

Os preços da energia em todo o mundo atingiram níveis recordes com uma crise de energia que atinge a Europa…
Cabo Verde: Neves liga Veiga a "movimentos extremistas"

Cabo Verde: Neves liga Veiga a "movimentos extremistas"

O candidato presidencial José Maria Neves voltou a afirmar que o rival Carlos Veiga tem ligação a “movimentos extremistas”. Como tal, considera…
Programa "Detetives das Emoções" ajuda a combater a ansiedade e depressão em crianças

Programa "Detetives das Emoções" ajuda a combater a ansiedade e depressão em crianças

Um estudo piloto realizado por uma equipa da Universidade de Coimbra (UC), indica que o programa de intervenção psicológica vulgarmente…
Estudantes de jornalismo com motivações altas e expectativas baixas sobre o seu futuro profissional

Estudantes de jornalismo com motivações altas e expectativas baixas sobre o seu futuro profissional

Uma grande percentagem dos alunos que frequentam os cursos de jornalismo e comunicação em Portugal não acredita na possibilidade de…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin