Somália expulsa diplomata moçambicano

O primeiro-ministro da Somália, Mohamed Hussein Roble, decidiu emitir uma ordem de expulsão ao diplomata moçambicano Francisco Madeira, por alegado envolvimento em actos incompatíveis com o seu estatuto. 

Em reação ao sucedido, a ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Moçambique, Verónica Macamo, disse à imprensa que está a apurar as reais razões da decisão. O ministério que representa irá pronunciar-se sobre o assunto nos próximos dias, partilhou. 

Francisco Madeira é, desde 2015, representante especial do chefe da Comissão da União Africana na Somália. Foi nesta quarta-feira, 06 de abril, que recebeu a ordem de expulsão. 

De acordo com um comunicado divulgado, o chefe do Governo da Somália considera o diplomata moçambicano uma ‘persona non grata’. Foi-lhe dado o prazo de 48 horas para deixar o país, ou seja, até esta sexta-feira, dia 08, por alegadamente “se envolver em actos incompatíveis com o seu estatuto de representante da Comissão da União Africana”

No entanto, o documento não especifica o que o visado terá feito. Sabe-se que o Presidente da Somália, Mohamed Abdullahi Farmaajo, declarou que não autorizava qualquer ação contra Madeira e destacou que o Ministério dos Negócios Estrangeiros que trata dos assuntos diplomáticos não comunicou ao seu representante quaisquer actos contra a soberania do país. 

Segundo a “VOA”, Abdullahi Farmaajo realçou que a decisão de expulsar o diplomata não é “inclusiva” e foi emitida por um gabinete que não tem a responsabilidade exclusiva de tomar a decisão de expulsão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Novo ataque deixa três homens das FDS mortos em Nangade

Moçambique: Novo ataque deixa três homens das FDS mortos em Nangade

O distrito de Nangade, que faz fronteira com Tanzania, norte de Moçambique, ainda regista focos de ataques terroristas. O mais…
Cabo Verde apreende barco procedente do Brasil com cinco toneladas de cocaína

Cabo Verde apreende barco procedente do Brasil com cinco toneladas de cocaína

A polícia de Cabo Verde anunciou que apreendeu, com a ajuda de agentes americanos, mais de cinco toneladas de cocaína…
Angola: FPU critica acusação de que poderá ser ilegal

Angola: FPU critica acusação de que poderá ser ilegal

Os dirigentes das organizações que formam a Frente Patriótica Unida (FUP) negaram a acusação do Presidente da República de Angola…
Ucrânia: Exército avança que já controla a região de Sumy

Ucrânia: Exército avança que já controla a região de Sumy

Kiev avançou nesta sexta-feira, 08 de abril, que o exército ucraniano já controla a região de Sumy, localizada no nordeste…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin