Refugiados Migrantes Barco

Tanzânia recusa dez mil pedidos de asilo de vítimas de Moçambique

As autoridades da Tanzânia recusaram, entre janeiro e junho deste ano, cerca de 9.600 pedidos de asilo vindos de cidadãos moçambicanos, vítimas dos ataques terroristas na província de Cabo Delgado. 

O número foi divulgado pela Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR). Segundo a própria, só de 07 a 09 de junho houve 900 pessoas forçadas a regressar a Moçambique após terem atravessado o rio Rovuma em busca de segurança na Tanzânia. 

É igualmente referido que as famílias expulsas desse país estão expostas à violência de género e riscos de saúde na fronteira de Negomano, no distrito de Mueda, o único ponto de entrada dos repatriados. Muitas dessas famílias têm dormido ao ar livre. 

“Há necessidade urgente de itens básicos de alívio de emergência e alimentos”, alerta a ACNUR, que avança já terem sido oferecidos utensílios de cozinha, colchões, cobertores e redes mosquiteiras, entre outros bens, a aproximadamente 1.500 pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin