UE investe 15 milhões de euros em operações militares em Moçambique

O Conselho da União Europeia (UE) informou que vai investir 15 milhões de euros em operações militares em Moçambique, através da iniciativa Missão de Formação Militar da União Europeia em Moçambique (EUTM Moçambique). 

Num documento de imprensa divulgado pela Embaixada da UE no país africano em questão pode ler-se que a missão servirá para apoiar uma resposta mais eficiente das Forças Armadas de Moçambique à crise na província de Cabo Delgado, com formação e desenvolvimento de capacidades. 

Recorde-se que várias zonas de Cabo Delgado têm sido frequentemente atacadas desde outubro de 2017. Moçambique começou a ser apoiado a meio deste ano com tropas ruandesas e da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC, na sigla inglesa), o que resultou numa forte ofensiva contra os insurgentes e em bons resultados até ao momento

Quanto à EUTM Moçambique, deverá estar operacional assim que estiver concluída a transferência em curso do Projecto de Formação das Forças Armadas Portuguesas. O objetivo é alcançar a sua plena capacidade operacional em meados de dezembro deste ano. 

Esta missão contará com cerca de 140 militares divididos entre dois centros de treino, um para comandos e outro para fuzileiros. Os custos comuns para a EUTM Moçambique, a serem cobertos através do Mecanismo Europeu para a Paz, foram avaliados em 15,16 milhões de euros para um período de dois anos. 

O Comandante da missão é o diretor de Capacitação em Planeamento e Conduta Militar (MPCC), o vice-almirante Hervé Bléjean. Caberá ao brigadeiro-general português Nuno Lemos Pires o papel de comandante da Força da Missão da UE e a liderança da missão no terreno.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Ecos do Líbano: Andreia Monteiro, uma portuguesa 'retida' em Beirute – Parte III

O adeus trágico a uma amiga Ainda a recuperar de tantos eventos dramáticos, Andreia encontrou-se noutra situação traumatizante. “Foi uma…
Brasil: Escritora luso-brasileira Sónia Crisóstomo participou em vernissage organizada por Eduarda Azevedo

Brasil: Escritora luso-brasileira Sónia Crisóstomo participou em vernissage organizada por Eduarda Azevedo

A empreendedora e escritora luso-brasileira Sónia Crisóstomo participou, no final do mês de janeiro, em uma vernissage organizada pela artista…
Moçambique: Filipe Nyusi desconfortável com atitudes da França face aos ataques em Cabo Delgado

Moçambique: Filipe Nyusi desconfortável com atitudes da França face aos ataques em Cabo Delgado

À margem da 37ª Cimeira da União Africana, realizada em Adis Abeba, Etiópia, o Presidente da República, Filipe Nyusi, disse…
Moçambique: STAE estima recenseamento de mais de sete milhões de eleitores

Moçambique: STAE estima recenseamento de mais de sete milhões de eleitores

O Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) de Moçambique estima que serão recenseados 7.773.696 eleitores para participarem nas sétimas eleições…