Países lusófonos exportaram para a China menos 6,57% até julho

Os países lusófonos exportaram 56,23 mil milhões de dólares (47,66 mil milhões de euros) para a China nos primeiros sete meses de 2020. Este é um número que representa uma queda de 6,57%, quando comparado com o período homólogo do ano passado. 

Segundo os dados oficiais publicados no portal do Fórum Macau, com base nas estatísticas dos Serviços de Alfândega na China, Pequim vendeu aos países lusófonos 21,43 mil milhões de dólares (18,16 mil milhões de euros). Trata-se assim de um decréscimo homólogo de 10,09%. 

As trocas comerciais entre o país asiático e os países de língua portuguesa foram, de janeiro a julho, de 77,66 mil milhões de dólares (65,81 mil milhões de euros). Mais uma vez registou-se então um decréscimo homólogo de 7,57%. 

Angola foi o país lusófono com uma maior quebra nas trocas comerciais com a China, tendo sido gastos 9,67 mil milhões de dólares (8,19 mil milhões de euros), menos 38,7% em relação aos sete primeiros meses de 2019. 

Já o Brasil, que continua a ser largamente o país lusófono com o maior volume de trocas comerciais com a China (53,23 milhões de euros), vendeu a Pequim 45,72 mil milhões de dólares (38,74 mil milhões de euros), mais 4,3% em termos homólogos. 

Por sua vez, Pequim exportou para o Brasil 17,08 mil milhões de dólares (14,47 mil milhões de euros). Este é um número praticamente idêntico ao registado nos primeiros sete meses de 2019. 

Depois do Brasil e Angola, Portugal é o terceiro país lusófono com maior valor de trocas comerciais com a China (3,7 mil milhões de dólares, 3,1 mil milhões de euros), ainda assim com uma diminuição de 4,5%, em relação aos meses em análise de 2019.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Timor-Leste: Estado gasta 53 mil euros por dia em veículos

Timor-Leste: Estado gasta 53 mil euros por dia em veículos

O Ministério das Finanças de Timor-Leste divulgou dados que indicam que o Estado gastou mais de 57 mil dólares americanos…
Brasil: Bolsonaro poderá vir a ser deportado dos EUA

Brasil: Bolsonaro poderá vir a ser deportado dos EUA

No dia 30 de dezembro do ano passado, o então presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, deixou o país rumo ao…
Ato em Lisboa procurou defender a democracia no Brasil

Ato em Lisboa procurou defender a democracia no Brasil

Cerca de 38 organizações portuguesas e quase 300 pessoas assinaram um documento de apoio ao governo democraticamente eleito do Brasil…
Brasil: Empresários do estado do Espírito Santo apostam em investimentos em Portugal

Brasil: Empresários do estado do Espírito Santo apostam em investimentos em Portugal

O investimento social e cultural é o foco da Associação de Portugueses do Estado do Espírito Santo, no Brasil. De…