Pontuação dos membros da CPLP piora no Índice da Democracia

A democracia piorou em toda a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) em 2020. Nenhum está classificado como “democracia plena” no Índice da Democracia referente ao ano passado.

O documento divulgado nesta quarta-feira, 03 de fevereiro, indica igualmente que todas as regiões do mundo registaram um retrocesso democrático num ano marcado pela pandemia da Covid-19.

Este índice é realizado anualmente pela Economist Intelligence Unit (EIU), ligada à publicação britânica “The Economist”, e serve para medir os níveis de democracia em 167 países e territórios.

Portugal, por exemplo, apesar de ter sido o país lusófono mais bem posicionado na lista, desceu de uma pontuação de 8.03, em 2019, para 7.90, em 2020. Assim, baixou da 22.ª para a 26.ª posição, tendo então saído da classificação de “democracia plena” para integrar o grupo dos países considerados como “democracias imperfeitas”. Na atual categoria de Portugal encontram-se ainda o Brasil e Timor-Leste.

Já a Guiné-Bissau, que no índice de 2019 foi destacada como tendo feito “progressos notáveis”, manteve a pontuação de 2.63 em 10 pontos possíveis. No entanto, conseguiu subir uma posição no índice, ocupando o lugar 147.

Apesar da ligeira subida, a Guiné-Bissau continua a ter uma classificação de regime “autoritário”. O mesmo acontece com Angola, Moçambique e Guiné Equatorial.

Angola piorou a pontuação de 3.72 para 3.66, mas passou da posição 119 para a 117. Quanto a Moçambique, perdeu pontuação, saindo de 3.65 para 3.51, e caindo do lugar 120 para 122. A Guiné Equatorial manteve os 1.92 pontos da avaliação anterior, mas subiu da posição 161 para a 160.

Por sua vez, Cabo Verde caiu da 30.ª para a 32.ª posição, tendo sido considerado o segundo país com melhor classificação na África Subsaariana, região onde as ilhas Maurícias são a única “democracia plena”.

São Tomé e Príncipe não foi avaliado no índice.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

África do Sul detém alegado líder de sequestros em Moçambique

África do Sul detém alegado líder de sequestros em Moçambique

A polícia da África do Sul deteve no sábado, 07 de janeiro, um homem que estava a ser procurado por…
Timor-Leste: Presidente quer marcar eleições legislativas para maio

Timor-Leste: Presidente quer marcar eleições legislativas para maio

O Presidente de Timor-Leste, José Ramos-Horta, informou que vai ouvir este mês os partidos com assento parlamentar e outras forças…
Angola: UNITA capacita deputados sobre proposta do OGE

Angola: UNITA capacita deputados sobre proposta do OGE

O grupo parlamentar da UNITA realizou um seminário sobre a proposta do Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2023 no…
Portugal: Costa oferece mais apoio humanitário e militar à Ucrânia

Portugal: Costa oferece mais apoio humanitário e militar à Ucrânia

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, informou nesta segunda-feira, 09 de janeiro, que conversou ao telefone com o Presidente da…