Portugal

Chefes de Estado e do Governo unem-se pela economia oceânica sustentável

António Costa

A construção de uma economia oceânica sustentável e a boa preservação do oceano são dois objetivos que unem 14 chefes de Estado e do Governo. O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, faz parte desse painel.

Foi divulgado nesta quarta-feira, 02 de dezembro, um documento intitulado “Transformações para uma Economia Sustentável do Oceano”. Nele pode ler-se que o painel de políticos quer “proteger e restaurar a saúde” do oceano, bem como “construir uma economia oceânica sustentável que pode fornecer alimentos, capacitar comunidades costeiras” para abastecer as cidades.

É igualmente mencionado o transporte de bens e o fornecimento de “soluções inovadoras para os desafios globais”.

Assim, concluem os governantes, vai ser possível dar um impulso à economia, de modo a que se torne resiliente face a futuras crises.

Os 14 chefes de Estado e do Governo apelaram a outros governantes, indústrias e restantes partes interessadas a para que se juntassem à causa. Além de Costa, fazem parte do painel os primeiros-ministros da Austrália, Scott Morrison, das Frigi, Frank Bainimaram, da Jamaica, Andrew Holness, do Japão, Yoshihide Suga, e da Noruega, Erna Solberg.

Quanto aos Presidentes contam-se o do Chile, Sebastián Piñera, do Gana, Nana Addo Dankwa Akufo-Addo, da Indonésia, Joko Widodo, do Quénia, Uhuru Kenyatta, do México, Andrés Manuel López Obrador, da Namíbia, Hage G. Geingob, e do Palau, Tommy Remengesau.

Ao falarem sobre a pandemia da Covid-19, referiram que a mesma veio destacar a necessidade de um trabalho conjunto para dar resposta a desafios globais, bem como aumentou a pressão financeira sobre os países em desenvolvimento.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo