Ex-ministra da Justiça de Portugal vai colaborar na reforma judiciária de Timor-Leste

A ex-ministra da Justiça portuguesa Paula Teixeira da Cruz vai liderar, durante um ano, a equipa de juristas que irá colaborar com a reforma judiciária de Timor-Leste.

Segundo declarações feitas à imprensa pela própria, a referida equipa de advogados ganhou um concurso público internacional, no âmbito do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas, o que permitirá esta colaboração com o país lusófono.

A deputada do PSD já se deslocou até Timor-Leste para partilhar com o primeiro-ministro timorense, Taur Matan Ruak, e o Parlamento Nacional algumas propostas para a reforma da Justiça, considerando ser importante o empenho total das instituições e da sociedade civil.

Das propostas sugeridas fazem parte a criação do Supremo Tribunal de Justiça, os estatutos da magistratura e a lei da organização judiciária, considerada essencial para a reforma.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Angola: Governo diz que violação dos direitos humanos não é política do Estado angolano

Angola: Governo diz que violação dos direitos humanos não é política do Estado angolano

A secretária de Estado da Justiça para os Direitos Humanos e Cidadania de Angola, Ana Celeste Januário, disse que o…
Cabo Verde: Primeiro-ministro comenta situação de migrantes clandestinos

Cabo Verde: Primeiro-ministro comenta situação de migrantes clandestinos

O primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, assegurou nesta segunda-feira, 16 de janeiro, que o Governo está a…
Brasil: BNDES elegeu novos diretores para o Conselho de Administração

Brasil: BNDES elegeu novos diretores para o Conselho de Administração

O Conselho de Administração do Banco Nacional de Desenvolvimento Económico e Social (BNDES) elegeu como novos diretores, no último dia…
Moçambique: PR realça "esforços" para pacificação no mandato

Moçambique: PR realça "esforços" para pacificação no mandato

O Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, salientou os “esforços” realizados para a pacificação como um dos principais marcos…