Moçambique | Portugal

Portugal ameaçado com ataques terroristas se ajudar Moçambique

Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, com homólogo de Moçambique, Filipe Nyusi
Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, com homólogo de Moçambique, Filipe Nyusi

ex-militar português José Luís da Silva, de 75 anos, comentou a possível intervenção de Portugal na província moçambicana de Cabo Delgado. Recorde-se que esta zona é alvo de constantes ataques armados desde outubro de 2017. 

também dirigente da diáspora na África do Sul criticou a possibilidade em questão, que foi colocada na semana passada pelo ministro português da Defesa, João Gomes Cravinho. Isto porque se Lisboa enviasse tropas para Cabo Delgado, explicou, Portugal e os portugueses na diáspora correriam “sério risco” de represálias por parte dos terroristas. 

“A África do Sul já recebeu ameaças de represálias se interferir em Moçambique, nomeadamente em Cabo Delgado”partilhou. 

Como tal, prosseguiu, certamente que Portugal também ficará implicado e pode haver também represálias em Portugal, nas Regiões Autónomas e na diáspora, devido a esta intervenção de Portugal em Cabo Delgado, e isso tem de ser acautelado”. 

antigo militar português condecorado serviu de 1967 a 1969 na unidade de Forças Especiais “Os Fantasmas”, da 9ª Companhia de Comandos do Exército português, na província de Cabo Delgado, contra a Frelimo, atual partido no poder em Moçambique.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo