Portugal | São Tomé e Príncipe

Portugal apoia São Tomé e Príncipe na formação de profissionais no combate ao crime

Uma nova parceria de Portugal com São Tomé e Príncipe vai permitir formar profissionais são-tomenses no combate ao crime, através de uma ação de formação sobre a luta contra a corrupção, branqueamento e tráfico de estupefacientes no país africano.

O programa de formação irá decorrer de 03 a 14 de junho, em São Tomé, e pretende dotar magistrados do Ministério Público, juízes, funcionários do sistema de investigação criminal, bancário e financeiro de conhecimentos específicos neste tipo de criminalidade.

A iniciativa resulta de uma parceria com o Centro de Estudos Judiciários e Escola de Polícia Judiciária de Portugal, no âmbito do Projeto de Apoio à Consolidação do Estado de Direito (PACED) nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP). Este projeto, com duração prevista até dezembro e um orçamento de 8,05 milhões de euros, é financiado pela União Europeia e co-financiado e gerido pelo Camões, I.P.

As ações de capacitação serão dinamizadas por profissionais são-tomenses, que se especializaram nestes temas durante as ações de formação de formadores conduzidas pelo Centro de Estudos Judiciários (CEJ) e pela Escola de Polícia Judiciária (EPJ), entre outubro e dezembro de 2016, em Lisboa. A modalidade de ensino permitirá aos formadores nacionais colocarem em prática os seus conhecimentos, potenciando os ganhos teórico-práticos da formação inicial.

Além da Polícia Judiciária, em São Tomé e Príncipe, o PACED trabalha diretamente com o Ministério da Justiça, Administração Pública e Direitos Humanos, Ministério do Planeamento, Finanças e Economia Azul e também com o Banco Central.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo