Portugal diz que Guiné Equatorial “não precisa de tempo” para abolir pena de morte

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Augusto Santos Silva, disse à imprensa que a Guiné Equatorial “não precisa de tempo” para abolir a pena de morte.

Recorde-se que esta abolição trata-se de um dos principais compromissos que o país africano assumiu na altura em que aderiu à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), em 2014. Se não o fizesse, não poderia ter integrado a organização lusófona.

Para Santos Silva, o país não necessita de tempo para cumprir o compromisso da abolição da pena de morte. Quanto ao outro compromisso assumido, o de generalizar o ensino e o uso da língua portuguesa na Guiné Equatorial, nesse caso o governante português considera que é necessário mais tempo para colocar em prática.

As declarações foram feitas poucos dias antes da XIII Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da CPLP, onde o ministro de Portugal estará presente. O evento realiza-se em Luanda, capital angolana, nesta sexta-feira e sábado, dia 16 e 17 de julho, respetivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin