Portugal realça “posição de firmeza” da NATO perante ameaças nucleares

A ministra da Defesa de Portugal, Helena Carreiras, destacou nesta quinta-feira, 13 de outubro, a “posição de firmeza” da NATO face às ameaças nucleares russas. 

“É evidente que há uma posição que é de firmeza, não pode ser outra. A ameaça nuclear é uma ameaça para levar a sério e do lado da NATO há, evidentemente, a perspetiva de que temos de reforçar justamente a nossa postura defensiva e dissuasiva para lidar com essa ameaça”, afirmou. 

A observação foi feita perante a imprensa portuguesa em Bruxelas, após mais uma reunião dos ministros da Defesa da NATO. 

Carreiras disse que é “uma preocupação de todos os Aliados a de, sobretudo, assentar e centrar o seu esforço no reforço da proteção, porque, de facto, é a dissuasão e o reforço de dissuasão que vai ajudar a lidar com a ameaça nuclear”

A governante defendeu a proteção de infraestruturas críticas, entre as quais linhas de comunicação marítima e de fornecimento de energia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Timor-Leste: Governo prolonga validade dos passaportes 

Timor-Leste: Governo prolonga validade dos passaportes 

O Governo timorense aprovou nesta quarta-feira, 29 de março, o prolongamento extraordinário do prazo de validade dos passaportes eletrónicos. Os…
Cabo Verde: Hotelaria já ultrapassou valores pré-pandemia

Cabo Verde: Hotelaria já ultrapassou valores pré-pandemia

A hotelaria de Cabo Verde registou mais de 835 mil hóspedes em 2022. Este valor corresponde a um acréscimo acentuado de…
Moçambique procura experiência da Holanda em governação e eleições

Moçambique procura experiência da Holanda em governação e eleições

Uma delegação composta por representantes dos três partidos com assento na Assembleia da República de Moçambique realizou esta semana uma…
Ucrânia vai receber empréstimo de 14,3 mil milhões de euros do FMI

Ucrânia vai receber empréstimo de 14,3 mil milhões de euros do FMI

A direção executiva do Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou o empréstimo de 15,6 mil milhões de dólares (cerca de 14,3…